moleskine adobe ilustrator

Moleskine e Adobe formam parceria e desenvolvem CANETA e PAPEL para ilustração digital.

Para quem pensou que o papel estava com os dias contatos se enganou! Acessórios conversam com Adobe Illustrator em tempo real. Veja o que a Agência TO BLOOM Marketing e Publicidade separou para você!

O Moleskine Paper Tablet Creative Cloud Connected é fruto de uma parceria entre a Adobe e a Moleskine que pode facilitar a vida de designers e profissionais de criação.

O sistema permite que desenhos feitos pelo usuário no papel apareçam na tela do Adobe Illustrator em tempo real, oferecendo a possibilidade de salvar o traço em vários formatos e até mesmo sincronizá-lo com o serviço Creative Cloud.

Embora aplicações do tipo já existam para tablets convencionais, a ideia da parceria chama atenção pelo uso do papel convencional.

O produto já se encontra em comercialização nos Estados Unidos. Custa US$ 34,95 (cerca de R$ 131, em conversão direta). A caneta Pen+ Ellipse, parte mais importante, não é barata: o acessório custa US$ 179 (aproximadamente R$ 674). Além disso, o usuário deve considerar os valores de assinatura para uso do Illustrator, que, no Brasil, custam a partir de R$ 90 ao mês (embora o plano do pacote de fotografia digital traga esse e outros aplicativos, como o Photoshop, por R$ 43 ao mês).

O sistema funciona combinando o caderno, que é feito de papel normal, com uma caneta Pen+ Ellipse, da Moleskine. Essa caneta tem conectividade com o aplicativo oficial da marca para celulares e é a responsável direta pela sincronização do traço com a tela.

Agência  TO BLOOM Marketing e Publicidade

Do lado da Adobe, além do Adobe Illustrator, o usuário precisa instalar o plugin Moleskine+ para o editor de imagens. Em seguida, basta parear a caneta com um celular pelo app e começar a fazer os traços – que podem ser salvos na nuvem da Adobe mesmo que o Illustrator esteja fechado. Os arquivos digitalizados automaticamente podem ser guardados em formatos de imagem, texto, PDF ou SVG, para edição posterior.

Algo do tipo já é possível com tablets e canetas profissionais. Entretanto, a ideia se mostra interessante para artistas e profissionais que preferem desenhar sobre o papel em vez do vidro das telas digitais dos aparelhos eletrônicos.

Agência TO BLOOM – Marketing e Publicidade www.agenciatobloom.com.br

fonte: 9to5mac

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *